Vila Santa Luzia e a luta pela Emancipação Política

                                            João Kelvin-Pres. da Associação de Moradores

A comunidade Santa Luzia da BR-364 é a maior das vilas existentes em Cruzeiro do Sul, lugar que tem uma grande importância para Cruzeiro do Sul, pelo seu potencial na produção rural.
 
Grande parte dos alimentos como;frutas e hortaliças que chegam a mesa dos cruzeirenses, são plantados nesta região e em seu interno. Fala se em uma população de quase 14 mil pessoas, sendo assim maior que muitas cidades do Acre, Santa Luzia sonha com a emancipação Política.
 
Na verdade esse povo bem que merece autonomia, se levarmos em conta os investimentos e vantagens que traria a comunidade, podemos dizer que seria a solução para alavancar o crescimento dessa região, que certamente seria a referência para todo estado na área de produção agrícola.
 
Os moradores da Santa Luzia se alimentam desse sonho; de um dia poder dizer que a vila enfim virou cidade. Pois muitos políticos acrianos, já se elegeram vereadores, deputados e até senadores, prometendo lutar por dias melhores da gente que vive por lá.
 
Fica até estranho se perguntar, como uma comunidade grande como esta; não elege um representante que de fato se diga gente daquela gente? Ao menos um vereador poderia ser o pontapé inicial dessa mudança de atitude do eleitor local.
 
Os forasteiros eleitorais precisam sentir esse impacto nas eleições deste ano,pois o que mais se ver são pessoas que se aproveitam das necessidades das pessoas para praticarem assistencialismo imoral. Nessa prática aparecem a cada processo eleitoral, repetitivamente com as mesmas práticas. Os caras levam 
os votos, se elegem parlamentares e deixam o povo e suas reivindicações para trás.
 
Segundo João Kelvin, presidente da Associação de moradores o povo do Santa Luzia estar cansado deste tipo de político e que eles sentirão a mudança nas eleições deste ano. Ao invés de dar o poder a alguém de longe e que não tem compromisso, porque não colocarmos as pessoas que gostam daqui, que sabe de nossa história de luta; para ocupar os poderes? Indaga o líder comunitário, que afirma haver um consenso da comunidade nessa idéia.
 
João Kelvin fala das dificuldades que o mesmo enfrenta, para levar melhoria para a vila e que pela importância que tem no abastecimento da cidade, os gestores deveriam olhar com mais zelo e carinho ao nosso povo.
 
Estamos discutindo e levando nossas reivindicações que não são poucas. Seja na saúde, educação, cultura, esporte e lazer ou infra - estrutura. A cada dia nossa luta ganha mais força com a união e o empenho das pessoas que daqui; fazem do Santa Luzia; um lugar próspero e de um futuro brilhante, finaliza o líder comunitário.

Share this:

Comentários

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe Seu Comentário