23 de fevereiro de 2012

Juruá transborda e famílias podem ser retiradas a qualquer momento


Na última medição realizada pelo Corpo de Bombeiros em Cruzeiro do Sul na tarde de quarta-feira (22), o nível do Rio Juruá estava com 24 centímetros acima da cota de transbordamento que é de 13m. O Corpo de Bombeiros está monitorando as áreas de risco e pode a qualquer momento receber as primeiras solicitações para retirar famílias desabrigadas.

A aposentada Luíza Rodrigues teve sua casa inundada e está alojada na residência de uma filha, mas nas próximas horas acredita que terá que se dirigir a um abrigo público. “Eu já estive por mais de um mês em um ginásio, voltei pra casa e agora estou aqui na casa da minha filha, mas a água já está se aproximando”, lamenta.

Os moradores da Comunidade Boca do Môa são os mais atingidos pela cheia. Eles estão há quase dois meses sem energia elétrica, o fornecimento foi suspenso por medida de segurança. Em alguns pontos o nível da água se aproxima da rede elétrica. Em muitas residências, os moradores precisam encontrar espaço para abrigar os animais como cachorros e galinhas que ficam ilhados.

Muitos ribeirinhos estão assustados com as notícias que recebem diariamente sobre a cheia do Rio Acre e temem que o mesmo possa acontecer no Rio Juruá. O aposentado Cosmo Rodrigues da Silva que convive há muitos anos com o sob e desce das águas, já pensa em vender sua propriedade e comprar uma área em terra firme. “Estou cansado dessa vida”, declara.
 Genival Moura do Site Juruá Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe Seu Comentário