Rio Branco sofre com enchente e oposição ao faz política com desgraça do Povo.

O Acre vive um momento de alerta, a enchente já desabriga milhares de famílias em cidades de diferentes regiões do estado.
 
Santa Rosa do Purus, Assis Brasil e Rio Branco, apresentam as piores situações de calamidade Pública, decorrente das cheias dos rios que banham esses municípios. O prefeito de Rio Branco Raimundo Angelim, decretou estado de calamidade Pública em decreto assinado na manhã de ontem.
 

Com isso, a capital estará chamando atenção das instituições governamentais; nas três esferas, que o estado em que se encontram milhares de pessoas necessitam urgentemente, de cuidados e principalmente de ajuda da sociedade.
 
O decreto também tem o objetivo, de diminuir a burocracia na implementação, de ações, que possam ajudar a resolver o problema com a cheia.  Segundo a coordenação da defesa civil, todo esforço necessário estar sendo feito, tanto pela secretaria de ação social, quanto pelos demais setores envolvidos, para que as pessoas diminuam seu sofrimento
 
As famílias estão sendo alojadas no Parque de exposição da capital e a partir de então, ficam aos cuidados do estado e prefeitura, tanto na parte de alimentação, saúde, entre outras ações que são promovidas, no sentido de cuidar das famílias.
 
 
O Governador Tião Viana, chegou de viagem e foi direto conferir pessoalmente a situação das famílias. Segundo o mesmo, o estado irá disponibilizar todo aparato possível, para ajudar e assim cumprir seu papel.
O próprio presidente da ALEAC, deputado Elson Santiago, colocou a estrutura da casa, no que se diz respeito a carros, pessoal, para somar no que já existe. Assim também fez o 4º BIS e 7º BEC e grupos de voluntários dos mais diversos segmentos, que a partir de hoje cairão para dentro desse mutirão de ajuda humanitária.
 
Mesmo em situações de calamidade Pública, ainda existe m políticos tentando tirar um proveito da situação. Quem acompanhou a entrevista do deputado estadual do PSDB; Major Rocha, deve ter se perguntado; como o ser humano é capaz de não saber diferenciar palanque eleitoral, de uma coisa que não tem nada a ver?

 
                                Foto: Ac24Horas
Se fosse problemas de desmoronamento de uma ou duas casas, até teria razão o parlamentar, mas são milhares de pessoas atingidas por uma ação da natureza e que foge do controle governamental, seja quem for que esteja no poder. O estado e a prefeitura,estão fazendo tudo que estar ao seu alcance, no sentido de ajudar as famílias. Nem mesmo estados ricos de nosso País, estão preparados suficientes pras grandes  catástrofes sofridas. 

Quero dar uma sugestão ao caro deputado Tucano; pegue sua equipe de gabinete, seus amigos do PSDB e traga os mesmos a se somarem com os que lá já estão! Aí sim o senhor pode dizer que estar fazendo sua parte.
 
O outro tucano aproveitador da situação,foi o pré-candidato a prefeito de Rio Branco; Tião Bocalon. Em entrevista concedida ontem na TV Gazeta, o mesmo fala da enchente com o ar da graça, é como se aquilo fosse bom para a oposição. Criticando a existência de bairros em regiões alagadiças, como se esses mesmos  bairros, construídos  a muitos anos atrás fosse de responsabilidade do Prefeito Angelim e de Tião Viana. Ora amigo Bocalon, se você não pode ajudar saia do meio e pare de falar besteiras.
 
Não é fazendo o jogo baixo  da Política e usando das desgraças das pessoas, que o senhor vai matar sua cede, que é chegar ao poder.

Share this:

Comentários

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe Seu Comentário