7 de abril de 2012

Manuela D Ávila do PCdoB lidera as Pesquisas em Porto Alegre

Levantamento ouviu 602 pessoas entre 29 de março e 1° de abril de 2012.
Margem de erro é de 4 pontos percentuais para mais ou para menos.

Do G1 RS


O Ibope divulgou neste sábado (7) a primeira pesquisa de intenção de voto e avaliação da gestão da prefeitura de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. O levantamento foi encomendado pelo Grupo RBS. Foram ouvidas 602 pessoas entre os dias 29 de março e 1° de abril de 2012, com margem de erro de 4 pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa foi registrada no TRE do Rio Grande do Sul com o número RS-00006/2012.
Na pesquisa, foram contemplados quatro cenários com os nomes dos pré-candidatos à prefeitura da capital gaúcha. Nas quatro simulações propostas, o atual prefeito José Fortunati (PDT) divide com a deputada federal Manuela D’Ávila (PC do B) a preferência do eleitorado na intenção de voto. No levantamento, 18% dos entrevistados disseram ter muito interesse na eleição para prefeito e vereador. Outros 35% afirmaram que têm interesse médio. Os que têm pouco interesse são 24% e os com nenhum interesse chegam a 21%.
No primeiro cenário, foram apresentados 11 candidatos aos eleitores. Manuela D’Ávila aparece com 37%, seguida por José Fortunati, com 28%, Paulo Borges (DEM, 6%), Ibsen Pinheiro (PMDB, 4%), Adão Villaverde (PT, 2%), Nelson Marchezan Jr (PSDB, 2%), Roberto Robaina (PSOL, 1%). Érico Corrêa (PSTU), José Francisco Mallmann (PHS), Montserrat Martins (PV) e Sérgio Sparta (PRP) têm 0%. Brancos e nulos somam 11% e os indecisos ou que não responderam são 7%.
Pesquisa Ibope para prefeito de Porto Alegre, cenário 1 (valendo) (Foto: Arte/RBS TV)(Foto: Arte/RBS TV)
Na segunda simulação estimulada, Manuela D’Ávila tem 36% da intenção de votos, José Fortunati é apontado com 29%, seguidos por Paulo Borges (6%), Ibsen Pinheiro (5%), Adão Villaverde (2%), Roberto Robaina (1%). Érico Corrêa, José Francisco Mallmann, Montserrat Martins, Wambert Di Lorenzo (PSDB) e Sérgio Sparta têm 0%. Brancos e nulos somam 12% e os indecisos ou que não responderam são 8%.
Pesquisa Ibope para prefeito de Porto Alegre, cenário 2 (valendo) (Foto: Arte/RBS TV)(Foto: Arte/RBS TV)
O terceiro cenário proposto aos entrevistados tem Manuela D’Ávila com 36%, José Fortunati com 28%, seguidos por Paulo Borges (6%), Nelson Marchezan Jr (4%), Adão Villaverde (3%), Érico Corrêa (1%), José Francisco Mallmann (1%), Montserrat Martins (1%), Roberto Robaina (1%). Sebastião Melo (PMDB) e Sérgio Sparta ficaram com 0%. Brancos e nulos somam 11% e os indecisos ou que não responderam são 8%.
Pesquisa Ibope para prefeito de Porto Alegre, cenário 3 (valendo) (Foto: Arte/RBS TV)(Foto: Arte/RBS TV)
Na quarta simulação, Manuela D’Ávila aparece com 37%, seguida por José Fortunati, com 29%. Na sequência vêm Paulo Borges (7%), Adão Villaverde (2%), José Francisco Mallmann (1%), Roberto Robaina (1%). Érico Corrêa, Montserrat Martins, Sebastião Melo, Wambert Di Lorenzo e Sérgio Sparta têm 0%. Brancos e nulos somam 12% e os indecisos ou que não responderam são 9%.
Pesquisa Ibope para prefeito de Porto Alegre, cenário 4 (valendo) (Foto: Arte/RBS TV)(Foto: Arte/RBS TV)
Rejeição
Questionados sobre qual candidato não votariam, a pesquisa apontou o seguinte resultado: Paulo Borges e Manuela D´Ávila aparecem com rejeição de 12%, seguidos por Ibsen Pinheiro (10%), José Fortunati (9%), Adão Villaverde e Roberto Robaina (8%), Sebastião Melo e Nelson Marchezan Jr (6%), Sérgio Sparta (4%), Wambert di Lorenzo e Montserrat Martins (3%) e José Francisco Mallmann e Érico Corrêa (2%). Entre os ouvidos, 32% disseram que poderiam votar em qualquer um dos candidatos. Os indecisos ou que não responderam representam 11%.

Segundo turno
Foram propostos aos eleitores três cenários para uma possível disputa no segundo turno para a prefeitura de Porto Alegre. Na primeira simulação, Manuela D’Ávila (PC do B) aparece com 57% no confronto com Adão Villaverde (PT), que tem 9%. Brancos e nulos somam 25%, com 9% que não souberam ou não quiseram responder.

No segundo cenário, José Fortunati (PDT) tem 60% das intenções, contra 10% de Adão Villaverde (PT). Brancos e nulos somam 21%, com 9% que não souberam ou não quiseram responder. Na última estimulada, Manuela D’Ávila receberia 43% dos votos, contra 38% de José Fortunati. Brancos e nulos somam 14%, com 5% que não souberam ou não quiseram responder.
Avaliação da atual administração
A pesquisa do Ibope ainda trouxe a avaliação dos eleitores sobre a administração do prefeito José Fortunati. Entre os entrevistados, 56% deles consideram a gestão ótima ou boa, outros 31% avaliam como regular e 11% acreditam que o trabalho é ruim ou péssimo. Do total, 2% não respondeu.

Estimulados a dar uma nota à atual gestão de Porto Alegre, a média ficou em 6,3. Foi verificado o seguinte resultado: nota 10 (7%), nota 9 (5%), nota 8 (21%), nota 7 (18%), nota 6 (13%), nota 5 (15%), nota 4 (6%), nota 3 (3%), nota 2 (2%), nota 1 (1%) e nota 0 (4%). Do total, 2% não respondeu.
Questionados sobre o plano de governo, 42% dos entrevistados gostariam que seu candidato mantivesse alguns programas da atual gestão, mas mudasse muitas coisas. Outros 26% prefeririam poucas mudanças, com continuidade de muitos programas. Para os eleitores, a área que enfrenta os maiores problemas em Porto Alegre é a saúde, com 49% das referências. Também preocupam a educação (12%), trânsito e segurança pública, ambos com 7%.
Preparação para a Copa do Mundo
Sobre os preparativos de Porto Alegre para receber a Copa do Mundo de 2014, os eleitores foram estimulados a opinar sobre qual tema deve ser a prioridade da próxima administração de Porto Alegre. A saúde foi indicada por 26% dos eleitores, seguida por transporte terrestre (20%), segurança pública (17%) e aeroporto (12%).

Para resolver o problema da mobilidade urbana, os entrevistados opinaram sobre qual ação deve ser realizada com mais urgência. O investimento para melhorar o transporte coletivo foi o mais votado, com 31%, junto com as obras de prolongamento e duplicação de avenidas (22%).
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe Seu Comentário