23 de abril de 2012

Polícia Federal Desmonta Esquema de Corrupção do Prefeito de Porto Walter Neuzari Pinheiro


 
A Polícia Federal prendeu em flagrante o prefeito do município de Porto Walter, Neuzari Correia Pinheiro (PT), seu secretário de obras, Demostenes Messias Sales, dois de seus filhos Denerval Sebastião Pinheiro Lima e David Pinheiro Lima, além de Arenilton Correia Pinheiro que também é da família do prefeito. Esses três que não exercem cargos públicos são chamados pela Polícia Federal de empresários. Os grupo foi preso pelos crimes de peculato, formação de quadrilha e ocultação de bens de origem Ilícita, além de falsidade ideológica.

O prefeito Neuzari e um de seus filhos, o empresário David Pinheiro Lima foram localizados pelas equipes policiais em embarcações no Rio Juruá enquanto deixavam o município de Porto Walter.

O esquema envolvia a transferência ilegal de terrenos da União para empresas pertencentes ao grupo composto por familiares do prefeito petista.

Até 20 de abril, 103 terrenos totalizando uma área superior a 34 mil m² haviam sido transferidos para a empresa D. N. CONSTRUÇÕES LTDA, de propriedade do irmão de Neuzari, Arenilton Correia Pinheiro e seu filho, Denerval Sebastião. Outros 11 terrenos foram transferidos para o próprio Neuzari, num total de 3.500 m² de área urbana, e 10 terrenos totalizando mais de 4 mil m² para a empresa individual de seu outro filho, David Pinheiro

O prefeito de Porto Walter Neusari Pinheiro chegou a ser afastado da Prefeitura em 2009, por desvio de dinheiro público, falsificação de notas fiscais além de outras irregularidades, mas conseguiu na justiça o direito de voltar ao cargo. Enquanto aguardava a longa espera para o julgamento, Neusari Pinheiro vinha agindo com outros membros de sua família para se apossar de terras que pertencia à união.
Da redação com informações da Assessoria da Polícia Federal
www.juruaonline.com.br 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe Seu Comentário