Querem Acabar Com História de Cruzeiro do Sul



Ultimamente, Cruzeiro do Sul enfrenta acontecimentos que insulta o debate, tanto na imprensa, redes sociais, bem como nas rodas de conversas.

O assunto do momento é a derrubada do histórico Fórum Criminal de Cruzeiro do Sul. Quem nunca namorou ou marcou um encontro na praça do Fórum? Não é pelos encontros e romances ali acontecidos; que vamos abrir o questionamento sobre tal fato, mas sim pela simbologia e beleza que aquele local traz a nossa cidade.

Com a inauguração da Cidade da Justiça, os órgão deste segmento, ficaram integrados em um único local. O prédio onde funcionava a Faculdade IEVAL, hoje abriga os mais diversos setores judiciais.

Com isso, alguns prédios que eram cedidos pelo governo do estado, foram devolvidos, outros que são de propriedade do Tribunal de Justiça, inda não se sabe ao certo a que servirá.

O Presidente do Tribunal de Justiça; Desembargador Arquilau de Castro Melo, homem integro e respeitado pela sua história de dedicação a Justiça do Acre, determinou que o antigo Fórum Criminal, fosse demolido. A justificativa dada é que a fachada junto do prédio, tira a visão de outro prédio mais antigo ainda, localizado atrás do Fórum. O prédio de 1907, foi no passado a sede da prefeitura municipal e hoje funciona um museu pouco visitado e sem muita política de uso.

Precisamos levantar o questionamento, pois não é de agora que nossa pobre história vem sofrendo degradação e ficando cada vez mais longe do nosso conhecimento.
Quem não conhece a casa dos Ruelas, hoje caindo aos pedaços e já de propriedade particular.

Nosso Caís; local de chegada e partida das embarcações gaiolas.
Samambaia Clube; Local onde muitos cruzeirenses, principalmente a juventude de décadas passadas, se encontravam nos mais diversos bailes, embalados pelo nosso histórico Grupo Embalo 5.

Museu José de Alencar; ali funcionou o ponto forte de comercio de sírios Libaneses e depois funcionou a prefeitura municipal. Hoje restaurado, abriga um museu e um Teatro com 80 acentos.

Um dos últimos e mais polêmicos, teve uma curta duração. 



A Estátua do Marechal Gregório Thaumaturgo de Azevedo, fundador de nossa cidade, foi colocada o centro da cidade, numa bonita estrutura, em festejo aos 100 aos de Cruzeiro do Sul.
Por conta de interesses comerciais, a gestão Vagner Sales cedeu aos interesses de um empresário, que queria o espaço para estacionamento de clientes. Uma votação em que marcou o início do desgaste, de uma das piores legislatura já vista na câmara municipal de Cruzeiro do Sul.

Agora vem a derrubada de um dos prédios mais admirados da região; Antigo Fórum Criminal. Com fachada imponente, carrega consigo um símbolo da beleza arquitetônica, existente na maiorias das construções passadas. Uma bela praça construída a frente do prédio, reúne dezenas de casais de namorados da cidade.

É hora de refletir sobre nosso patrimônio artístico e cultural. A história de Cruzeiro do Sul tem uma forte simbologia na formação deste estado. Precisamos cobrar dos nossos gestores, medidas enérgicas e que possam apontar e implementar políticas eficazes. Secretaria de Cultura, não é somente para realizar show na praça, sorteios de prêmios e distribuir picolés no dia das crianças. Fica a dica!

Share this:

Comentários

1 comentários :

  1. Bom dia,

    Gostaria de saber se alguém saberá qual o papel de Fran Paxeco no Cruzeiro do Sul.
    Obrigada,
    Rosa Machado

    ResponderExcluir

Deixe Seu Comentário