7 de agosto de 2013

Um dia para Juventude do Acre Refletir

Dia 11 de agosto comemora se o dia Nacional dos Estudantes e o dia Internacional da Juventude. No Brasil, uma data para se alegrar, comemorar, aliás estamos falando de Juventude. No Acre a juventude deve fazer deste dia, uma data para reflexões e questionamentos, pois as políticas públicas de juventude estão cada vez mais decadentes nas gestões; tanto municipais, quanto Estadual.





No campo nacional, temos avanços significativos; como PROUNI, FIES,PRONATEC e o avanço do ensino Técnico em todo País e por último a aprovação do Estatuto da Juventude.





Quando fazemos críticas na carência de mais ações voltadas a juventude no Acre, fazemos isso baseado em indicadores reais, não fantasiando coisas que não exitem. É só ver os dados estartisticos de qualquer penitenciária do estado, que certamente a maioria dos presos são jovens entre 18 e 30 anos. Jovens estes que mataram, roubaram, mas uma coisa veremos; que a grande maioria cumpre pena por tráfico de drogas.





Então onde estão as políticas sociais, que podemos apontar como alternativas a tudo que pontuamos de negativo a construção de uma sociedade?





A grande maioria dos municípios acreanos, não tem conselhos municipais de Juventude criados e os que existem não são consolidados. As gestões não instituem pastas de juventude, emfim uma negligência sem tamanho com este segmento que é cada vez maior no estado.





Criar uma assessoria de Juventude, sem programas, sem agenda permanente de trabalho é brincar de com a gente. Muitas dessas assessorias, são criadas para resolver problema de acomodação de uma única pessoa na esfera de poder. Se você olhar na gestão, quase todas as áreas de governo, tem um programa de destaque, quando você olha para Juventude o maior destaque são os das páginas policiais.





Você olha para as ações de esporte e cultura, eles vem cada vez mais regredindo no estado, fatores que refletem diretamente na Juventude. 



É só procurar um Centro de Juventude destes que existem em Rio Branco e pedir a agenda de trabalho! Se compravá o que estamos dizendo.



Nos bairros é de dar indignação ver que existem dez, quinze bares e botecos, enquanto dificilmente conseguimos ver uma área decente de lazer, uma casa de leitura, uma praça de convivência, que possa oferecer oficinas de músicas, teatro, danças ou um centro de formação profissional.



Ainda querem que a violência diminua?



Conclamamos a Juventude do Acre, a mudar a sua realidade, a gostar mais de política, pois a política ainda é a maior ferramenta de transformação social; desde que seja conduzida com responsabilidade.





Viva a luta da Juventude!





Francisco Panthio


Presidente da UJS- União da Juventude Socialista - Acre

Um comentário:

  1. O governo do Acre gastou R$ 2,7 milhões com refeições só com uma empresa de alimentação. A ordem de contratação e de pagamento á empresa TAPIRI INDÚSTRIA E COMÉRCIO ALIMENTÍCIO LTDA, para fornecimento de alimentação tipo marmitex ás famílias desabrigadas pela enchente do rio Acre e que estavam alojadas no Parque de Exposições Marechal Castelo Branco no Acre este ano, foi publicado na edição desta sexta-feira (20), no Diário Oficial do Acre e tem o valor total pelo serviço R$ 2.718.456,50 (dois milhões, setecentos e dezoito mil, quatrocentos e cinquenta e seis reais e cinquenta centavos).
    A empresa Tapirí Indústria e Comércio Alimentício LTDA é de propriedade da família do ex-secretário de saúde do município de Rio Branco, Paskal Kalil e foram fornecidos segundo a publicação, 232.345 unidades de marmitex. Confira publicação do D.O:A JUIZA DO CASO TELEXFRE E SEU MARIDO ENVOLVIDOS EM ESCANDALOS COM MARMITA ,PASMEM!

    ResponderExcluir

Deixe Seu Comentário