17 de outubro de 2013

Proposta do Governo aos Soldados da Borracha



Pessoal, Soldados da Borracha: proposta final do governo Companheirada. Então, vamos aos fatos da contraproposta final que o governo apresentou na mesa de negociação (leiam atentamente, pois o texto é grande): 1- Pagamento de bônus de 50 mil reais, a título e indenização/reconhecimento, pagos em única parcela, para os Soldados da Borracha, Heróis da Pátria, que ainda estão vivos, mais a pensão mensal, que já recebem. 

Isso beneficia no Acre 3.526 Soldados da Borracha, ainda vivos. 2- Aumentar as pensões atuais para 1.500 reais, que passarão a ser reajustadas não mais pelo salário mínimo, mas sim pelo mesmo reajuste que tem as demais aposentadorias do INSS no Brasil. 3- O governo não aceita pagar 13º Salário. Argumenta que outros pensionistas no Brasil não recebem. E que, portanto, não podem fazer uma negociação criando demandas e reivindicações futuras para outras categorias. 

MINHA OPINIÃO: O que percebo é que o governo demonstrou disposição de reconhecer a situação dos velhinhos, soldados vivos, mas não demonstrou a mesma disposição pelos que recebem a pensão daqueles que já morreram, os chamados pensionistas, que são a outra metade. Estou há 10 anos nesta luta, na maioria destes anos, lutei sozinha. Sinceramente, acho difícil avançar além do que conseguimos.

E acredito que se não aceitarmos a proposta, podemos amargar mais outros 10 anos para aprovar a PEC que está na Câmara, de autoria da Senadora Vanessa e que eu fui a relatora. 

A pergunta que me faço neste momento é: até quando os heróis, ainda vivos, aguentarão? Aceitamos esta proposta que beneficia, principalmente, os Soldados e damos um pouco de alegria a eles, ou vamos continuar insistindo? E insistindo, até quando? Pedi para o governo mandar a proposta para a Câmara e vamos ver o que o plenário decide sobre a matéria. 

A votação está prevista para terça-feira, 22/10. Vai acontecer? Nem eu sei mais. Já nos foi prometido tantas outras vezes... Vou lutar até o último minuto, como venho fazendo há 10 anos, mas, confesso, estou preocupada porque a maior parte dos nossos Soldados da Borracha já está com idade avançada. E me pergunto: é justo deixá-los esperando por mais tempo? Estou jogando limpo, como sempre fiz esses anos todos. Abaixo a tabela da evolução de como ficaria a pensão proposta pelo.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe Seu Comentário