17 de outubro de 2014

#MaisDilmaMenosMachismo: UJS vai às ruas pelo fim da violência contra as mulheres


meme mulheres
A onda de ódio cuidadosamente arquitetada pelos veículos de comunicação nos últimos 12 anos, notória no discurso do candidato tucano e inflada por seus apoiadores (Pastor Malafaia, Pastor Masco Feliciano, Pastor Everaldo, Levy Fidelix, entre outros) atinge com muito mais força as mulheres brasileiras.
Não vamos nos calar enquanto a presidenta da República é desrespeitada nos debates por ser mulher, não vamos nos calar enquanto a presidenta da República for atacada por comportamentos e linguagens machistas.
Aécio Neves representa a volta do retrocesso neoliberal, e por ser agressor de mulheres, ele também representa a violência doméstica que milhares de mulheres brasileiras passam todos os dias.
Na defesa do Brasil e das mulheres brasileiras a União da Juventude Socialista vai novamente às ruas pelo fim do machismo nas urnas. Em todos os estados do país acontecerão atividades todos os dias até o dia da eleição, em apoio ao combate a violência contra a mulher e conscientizando a população.
“No Brasil de Aécio as mulheres ainda são “donas de casas”. No Brasil de Dilma as mulheres podem ser Presidentas da República. No Brasil de Aécio violência contra a mulher é piada. No Brasil de Dilma, a violência doméstica é crime. Lutamos para combater o machismo e toda a forma de opressão. O Governo da primeira mulher Presidenta da República fez pelas mulheres o que nenhum outro governo fez. Nunca antes na história tivemos tantos programas que beneficiassem as mulheres. Não vamos retroceder! Lugar de agressor de mulher é na cadeia. Não na Presidência da República. Machistas não passarão!“, convoca Maria das Neves, Diretora Nacional de Jovens Feministas da UJS.
As mulheres nunca conquistaram tantos direitos quanto nos últimos 12 anos. E temos 13 motivos para defender a continuação desse projeto:
1) Minha Casa, Minha Vida: 86% dos contratos tem mulheres como signatárias.
2) Bolsa Família : 93% dos titulares dos cartões são mulheres.
3) Bolsa Verde: 87% das famílias beneficiadas tem mulheres como responsáveis.
4) Bolsa Família: 94% dos microempreendedores individuais beneficiários são mulheres.
5) 71% das operações de concessão de microcrédito produtivo são para mulheres.
6) 67% da população economicamente ativa com carteira assinada é composta por mulheres.
7) Pronatec: 60% das matrículas são de mulheres.
8) 55% da vagas na universidade são de mulheres.
9) Lei Maria da Penha: fortaleceu e ampliou a rede de proteção a vítimas de violência doméstica.
10) Criou a Casa da Mulher Brasileira.
11) Ampliou a oferta de creches.
12) Se comprometeu com a criminalização da homofobia.
13) Vai defender a Reforma Política.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe Seu Comentário