9 de dezembro de 2014

Campeonato, cada vez menos, brasileiro – Por Thiago Cassis


OLYMPUS DIGITAL CAMERA
A última rodada do Campeonato Brasileiro apenas confirmou o que vinha sendo construído durante todo o torneio. Os dois representantes do futebol baiano foram rebaixados para série B.
Para o ano que vem nenhuma equipe da região Nordeste sobe para a série A, sendo assim, apenas o Sport de Recife representa a região na principal divisão do nosso futebol.
A região Norte, por sua vez, terra de Remo e Paysandu não possui atualmente nenhum representante na série A. O Centro-Oeste tem apenas o Goiás.
Dessa forma, com uma conta rápida, concluímos que 18 dos 20 clubes da Série A do ano que vem são das regiões Sul e Sudeste. Com ingressos muito caros e com jogos de poucas equipes televisionadas em emissoras abertas, vemos o futebol tornar-se cada vez mais elitizado, cada vez mais distante de suas origens.
Os, outrora, fortes certames estaduais, hoje em dia são competições óbvias e fracas em termos de qualidade do futebol apresentado. Para piorar servem apenas para que empresários coloquem “seus” atletas amostra em clubes médios e pequenos para que possam valorizá-los para o mercado europeu. O resultado disso são aqueles jogadores que aparecem na Copa com a camisa da seleção brasileira mas são completamente ignorados pela torcida local.
O modelo do futebol brasileiro precisa ser urgentemente repensado. O futebol precisa voltar às suas raízes. O futebol é do povo brasileiro.
Grandes torcidas como as do Santa Cruz, Paysandu, Remo, Ceará e tantas outras, não assistem mais seus clubes nos principais torneios do país. Quando muito, aparecem nas desinteressantes fases preliminares da Copa do Brasil, os grandes clubes que disputam a Libertadores, entram apenas na fase final da Copa do Brasil, roubando toda cena da competição.
Não é difícil compreender, sob essa ótica, onde foi que nosso futebol perdeu o rumo. Não foi no Mineirão ao levar 7 da Alemanha. Nosso rumo está sendo perdido já faz muito tempo e se perde cada vez mais. Quanto mais nosso futebol se distancia do povo e de suas origens, mais fácil fica entender termos perdido a Copa em casa, e de goleada.

* A imagem da matéria é da torcida do Santa Cruz, de Recife, lotando seu estádio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe Seu Comentário