2 de dezembro de 2014

#EntrarPermanecerEtransformarAuniversidade


Campanha da União Nacional dos Estudantes em defesa de mais políticas de assistência estudantil nas universidades brasileiras
A universidade brasileira dos dias de hoje tem uma nova cara. A transformação no ensino superior passou pela democratização do acesso com a implantação do ENEM e do Sisu, deixando para trás o antigo e desleal vestibular-meritocrata-decoreba. Depois, as instituições criaram mais vagas e cursos noturnos e ampliaram a sua estrutura física por meio do Programa de Apoio aos Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais, o Reuni.
Ao mesmo tempo, o ProUni e a Lei de Cotas foram a porta de entrada em faculdades privadas e federais de milhões de estudantes oriundos da escola pública, em sua maioria negros, pardos e indígenas, historicamente excluídos do ambiente acadêmico. Sabemos que esse caminho até chegar à universidade é o sonho de milhares de famílias. Mas não é fácil se manter e prosseguir nos estudos. São muitos os desafios e “perrengues”. Falta dinheiro para o ônibus e material acadêmico, a jornada trabalho-faculdade é pesada e as mães estudantes não têm onde deixar os seus filhos.
Para mudar essa realidade, a UNE defendeu a criação do Plano Nacional de Assistência Estudantil, o PNAES, que reconheceu um conjunto de direitos dos estudantes. De 2008, ano da sua implantação, até 2013, o volume destinado ao Plano passou de R$ 126 milhões para mais de R$ 600 milhões, valor ainda insuficiente.
A luta da UNE é que o governo amplie os recursos destinados ao PNAES para R$ 2,5 bilhões. Será a garantia de mais moradia e alimentação de qualidade, passe livre no transporte, atenção à saúde, inclusão digital, acesso à cultura, esporte e lazer, além de apoio pedagógico e construção de creches. Afinal de contas, entrar não é fácil, e quem entrou quer ficar!
Confira a nova publicação da UNE em defesa de mais políticas de assistência estudantil nas universidades brasileiras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe Seu Comentário