23 de fevereiro de 2015

Preocupação: Em Brasileia, nível do Rio Acre ultrapassa enchente histórica de 2012

Por Maria Meirelles 

  
Segundo medição da Defesa Civil, o nível do Rio Acre em Brasileia atingiu a cota de 14,85 metros, às 16 horas desta segunda-feira, 23, ultrapassando a marca da enchente histórica de 2012, com medição de 14,72m. Parte da telefonia móvel no município está comprometida.
O prédio da operadora Oi!, localizado no Centro da cidade, foi atingido pela enchente, interditando o serviço de internet na região. Nesta manhã, a prefeitura decretou estado de calamidade pública. A informação é de que 577 famílias já foram desalojadas e desabrigas, atingindo cerca de 1.880 pessoas.
Ao todo, 13 bairros foram atingidos diretamente pela enchente. Nesta tarde, a deputada estadual Leila Galvão percorreu as áreas alagadas com uma equipe do Corpo de Bombeiros. “A situação em Brasileia é realmente preocupante, mas o governo não tem medido esforços para minimizar os danos sofridos pela população”, destacou a parlamentar.
Em Epitaciolândia, a prefeitura viabilizou quatro abrigos públicos. A enchente desabrigou e desalojou 198 famílias. Uma sala de situação foi montada em Brasileia, na semana passada, para monitorar o nível das águas e coordenar as ações de assistência aos atingidos pela enchente.
A operação conta com o apoio de mais de 100 homens do Corpo de Bombeiros, 130 soldados do Exército, 92 policiais militares, 250 funcionários da prefeitura, voluntários e servidores públicos do governo do Estado.
Fonte: Agencia de Notícias do Acre

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe Seu Comentário