ENROLADO NO PETROLÃO, CIRO NOGUEIRA É RECONDUZIDO À PRESIDÊNCIA DO PP

PARTIDO TEM MAIOR NÚMERO DE ENVOLVIDOS DENUNCIADOS NA LAVA JATO

CIRO NOGUEIRA É RECONDUZIDO À PRESIDÊNCIA DO PP
CIRO NOGUEIRA NOGUEIRA É UM DOS 30 PARLAMENTARES DA SIGLA INVESTIGADOS POR SUPOSTO ESQUEMA DE PROPINAS DO PETROLÃO (FOTO: LIA DE PAULA/AG. SENADO)

Partido com maior envolvidos na Operação Lava Jato, o PP decidiu nesta terça-feira, 14, reconduzir o senador Ciro Nogueira (PI) à presidência nacional da legenda. Nogueira é um dos 30 progressistas investigados por suposto esquema de arrecadação de propinas oriundas de contratos firmados entre empreiteiras e a Petrobrás. Ao todo, são investigados três de seus cinco senadores (60%), 18 dos 40 deputados do partido (45%), oito ex-deputados e o vice-governador da Bahia, João Leão. O partido aprovou ainda o afastamento das funções partidárias de quem for condenado por participação no esquema.
Falando Baixo e visilvemente assustado com as investigações que fazem do PP o maior envolvidos nos escândalo do Petrolão, o novo presidente muda o discurso moralista e agressivo do seu partido, em relação ao governo, haja visto que em alguns estados o PP foi oposição a candidatura de Dilma Roussef.
Até mesmo o Lendário deputado Federal; Paulo Maluf de São Paulo, fez duras críticas a escolha de Ciro. O mesmo afirmou que o senador não tem moral e ética para conduzir um grande partido, sendo ele um dos três senadores da sigla, que respondem por envolvimentos nos escândalos da Petrobras. 

Share this:

Comentários

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe Seu Comentário