6 de outubro de 2015

Em quem Você Votou?

Depois de um ano e meio que, o Povo Brasileiro sacudiu as ruas de todo País, exigindo uma repaginada na política brasileira; muitas coisas ainda ficaram em questão e que não se obteve resposta aos anseios de milhares de vozes, que gritaram, cantaram e disseram; que a nossa política precisa ser repactuada.
Mobilidade Urbana, Saúde, Educação, Emprego e as demais políticas sociais, foram pautadas com grandes mobilizações e manifestações, que se espalhavam de norte a sul do Brasil.
O povo não foi as ruas, para pedir a saída da Presidente, o povo não foi as ruas para pedir a saída dos governadores, senadores, prefeitos, deputados ou vereadores. As vozes ecoavam por mais mudanças, mais reformas que possibilitem as melhores condições de crescimento da sociedade.
Mais acima de tudo, o Povo pediu mais “Participação Popular” nas decisões políticas, que influenciam na vida do povo. Alguns governadores e prefeitos, tão logo a pressão, sinalizaram alguns caminhos de mudanças, na condução da política de seus estados e suas cidades. A presidente Dilma reuniu o movimento social, das mais diversas representações e juntos pautaram alguns rumos, que pudessem apontar mudanças. Dilma apresentou ao Congresso Nacional, um Projeto de participação popular, que divide as decisões do PAÍS, com quem é mais interessado; nosso povo. O Congresso se mexeu, elaborou um plano e instalou um grupo de trabalho que pudesse estudar a tão sonhada Reforma Política.
Com o fim dos grandes protestos, o Congresso Nacional representado por um pequeno grupo, que não respeita o espaço popular ao qual ocupa, ainda brinca com nossos anseios. Proposta de participação Popular; Não foi aprovado na Câmara dos Deputados, Corre sério risco de não passar no Senado. O grupo de trabalho, que ficou com a tarefa de construir uma proposta de reforma política, está gastando mais tempo, ouvindo o que cada partido pensa que é melhor para si, do que formulando uma proposta que possibilite um novo e mais democrático processo político.
Reforma do Código Penal: Essa nem se fala, pois temos um congresso abarrotado de interesses jurídicos individuais, onde convivemos com as mais diversas invenções de valores, pautados por um código Penal, atrasado e que não sofreu as reformulações ao longo dos avanços da sociedade.
Por fim, faço um Pergunta a Você cidadão; Em quem você Votou?

01-   Se foi em um Grande Fazendeiro, fique sabendo de uma coisa; Ele não vai defender os trabalhadores Rurais, muito menos a reforma agrária.

02-   Se votou em um dono de um hospital Particular; fique sabendo; que a melhoria no sistema público de saúde, nunca estará na pauta de prioridades dele.

03-   Se votou em um grande Advogado; ele vai pensar muitas vezes, antes de votar a reforma do Código Penal, pois ele precisa defender muitas brechas na lei, para agradar sua classe.

04-   Se votou em um proprietário de uma grande Faculdade ou Colégio Particular, saibas que a defesa por uma educação pública, gratuita e de qualidade, não será a bandeira de luta do mesmo.


05-   Mas você pode ter votado em um grande empresário! Pois é, saibas que patrão não defende trabalhador e sim o próprio Lucro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe Seu Comentário