Gilmar não consegue salvar o pescoço dos tucanos




Ele manteve a prerrogativa de foro por 18 anos!!!
publicado 27/03/2016
rolling stones
No show dos Rolling Stones em Havana
Como se sabe, o Gilmar (PSDB-MT), um empresário da área de Educação que também despacha no Supremo, conseguiu, por dezoito aninhos, manter o privilégio de foro para os privateiros, seus colegas no Governo (sic) do FHC Brasif.

E, depois, com a mesma habilidade, sequestrou uma ação do Ministro Teori, para não deixar o Lula ter privilégio de foro.

Como se sabe, Teori só faltou mandar o Gilmar calar a boca em alemão, como fez o Ministro Aragão: tomou a ação do Gilmar e do Moro.

Pois, não é que o próprio Supremo resolveu botar os tucanos na forca, de novo?

A começar pelo Padim Pade Cerra, Pedro Malan, e Pedro Parente.

Por que?

Porque "assistiram" o Banco Econômico com a bagatela de R$ 2,9 bilhões, extraídos do cofre do Banco Central!

É por isso que eles precisam do Golpe: e usar dinheiro do Banco Central para assistir... assistir, por exemplo... digamos... a Globo!

E eles acham que não vai jorrar sangue!

http://www1.folha.uol.com.br/poder/2016/03/1754414-stf-desarquiva-acoes-contra-ministros-de-fhc-por-improbidade.shtml?cmpid=compw


Paulo Henrique Amorim

Share this:

Comentários

3 comentários :

  1. UE QUE DE OS AECISTAS E DENS
    SE CALARÃO AO ÓBVIO ?

    ResponderExcluir
  2. Mesmo assim ainda querem que se respeite um ministro desses.
    eu não sei o que estão fazendo os outros ministros que ainda não jogaram esse cara do stf.

    ResponderExcluir
  3. O cargo de Juiz exige muito equilíbrio ,imparcialidade, nobreza de caráter. Verifica-se que o Exmo. Sr. Gilmar Mendes tem demonstrado que tem suas preferências e as defende fervorosamente, chega a bufar, derruba um enorme beiço, quando contrariado, atitude descabida a uma alta autoridade. Não tivesse saber jurídico não seria Ministro do Supremo . Portanto não se equivoca, toma atitudes erradas porque quer. Mas, é Ministro, seu voto conta e temos que acatar. A regra é clara !

    ResponderExcluir

Deixe Seu Comentário