13 de maio de 2016

Bolsonáro se Purificou, Mais Temer Não o Nomeou



Visando Ocupar um espaço de Pode no Governo Temer, dos parlamentares mais reacionários e escrupulosos da Congresso Nacional; Jair Bolsonáro do PP do RJ, aquele mesmo que vive agredindo mulheres, homossexuais e militantes de Esquerda, Seguiu logo de cumprir o que o PMDBista determinou previamente. 

Temer disse que se caso o Golpe desse certo e assumisse o Governo, os possíveis Ministros deveriam ser honestos e Puro. 

Bolsonáro Correu na Agência de Viagens, Chamou o Amigo da Igreja e se mandou para o Oriente médio. Caiu nas águas do Rio Jordão e se batizou no lugar sagrado. O problema é que neste intervalo de sua viagem, acontecia no senado federa a sessão que afastava a presidente Dilma do Cargo. 

Bolsonáro chegou de viagem atrasado e ao retornar; as pastas já estavam todas ocupadas, daí seu sonho de consumo, que consumo de ser Ministro dos Direitos Humanos foi para o ralo. 

Primeiramente porque Michel Temer extinguiu a pasta, segundo porque ele desistiu de nomear os puritanos, pela dificuldade de encontrar nomes que não devesse nada a justiça