Ninho Tucano em Guerra: Marcio Bittar e Major Rocha Por Pouco Não Saem no Tapa

O Jornalista Luis Carlos Moreira Jorge revelou ontem, em sua coluna no jornal Opinião e no site ac24horas, um diálogo duro entre os tucanos Major Rocha e Marcio Bittar. O tom é inamistoso. E o tema da discussão são as dívidas de campanha do ex-deputado e a falta de caráter (segundo Bittar) do Major Rocha – para dizer o mínimo.

Nós alertamos

Há muito que esta coluna vem falando das ranhuras na relação de Rocha e Bittar, a despeito das declarações de ambos de que tudo ia bem entre eles. Com o que se pode ver abaixo, reproduzido da coluna de Moreira Jorge, comprova-se que estávamos certos.

Na campanha

Durante a campanha de 2014, o então candidato a governador Marcio Bittar chegou a se desentender com o Major Rocha por conta do financiamento prometido a este último, que não veio. Quase saíram no braço durante uma discussão na sede do PSDB. A informação foi dada com exclusividade pela coluna e nunca desmentida pelas partes.

Até aqui de mágoa

Desta vez, o que se vê da discussão entre os dois, é que muita mágoa fora represada e desaguou. Reproduzimos abaixo o diálogo cheio de acusações mútuas, extraído do texto de Moreira Jorge.
Rocha – Não vou admitir que alguém que trabalha contra mim e contra o partido tente me desqualificar.
Marcio – Vou repetir: além de míssil desgovernado você é desleal e ingrato, aliás, o campeão da ingratidão. Você já recebeu perto de 1 milhão de reais do Fundo Partidário e imagino que você deve ter um bom recurso para ajudar na campanha deste ano.
Rocha – Não, Marcio, as contas são suas, deixa alguém ajuizar uma ação que provamos isso. Outra, você não resolveu e passou as pendências para mim, pelo nosso estatuto você não poderia nem ser mais ser reeleito. É bom falar a verdade.
Marcio – Mentira sua, poderia, assim como o Aécio ficou dois anos. Você não dá atenção para ninguém, Rocha, você faz o que quer, não respeita ninguém, nunca me respeitou e eu o partido trabalhamos para você e você não atende ninguém, age como se o partido fosse a sua propriedade para satisfazer seus interesses e f…-se o resto. Não é assim e não vai ser assim. Não tenho medo de mostrar minhas contas e nem de você, Rocha. Você acha que é polícia, quem anda armado são vocês. O PSDB não é quartel e você não manda só, aqui é um colegiado onde as coisas são discutidas e decididas com a maioria. Aqui ninguém é obrigado a bater continência para você.
Rocha – Mau-caráter é você que usa os seus asseclas para continuar este debate. Estou dizendo e volto a repetir que o partido pagou mais de 500 mil reais das suas contas de campanha. Não lhe devo nada e você sabe disso e como sempre, para não quebrar a sua prática, não cumpriu o que ficou acertado. É bom que se diga que o partido nunca foi tão generoso com alguém como foi com você, conseguiu pagar mais de meio milhão de contas suas com dinheiro do Fundo Partidário. Votei em você e fiz o que pude para te ajudar.
Marcio – Sabe, Rocha, toda noite eu rezo e peço a Deus pela minha família, meus amigos, peço também que traga luz para as lideranças que possam ajudar nosso Estado e o País. Vou pedir para você também. Rocha, eu vou repetir: você é o campeão número um da ingratidão e da deslealdade. Você é um ditador que não merece mais que fique contemporizando. Você é mau-caráter e explico: o único cheque que assinou de contas atrasadas minhas foi de 12 mil reais da Ana. O Fundo Partidário que você administra só pagou isso e o TRE prova o que estou dizendo.
Rocha – Cheguei aonde cheguei não foi por ser conta de ser um míssil desgovernado. Tenho postura e lado e não sou dúbio. Lembre-se que não tenho fama de ser mentiroso, de não cumprir acordos e de enganar os outros. Aliás, alguém que parece que não gosta do Acre e que só usa o Estado para os seus interesses é você. Não é só o PT que diz que você vai embora depois das campanhas. Onde você mora hoje? No Acre? Em Brasília? Em Campo Grande?

Sabedoria

Como se vê, mais do que nunca o ditado popular traduz com impressionante precisão os fatos: “Brigam as comadres descobrem-se as verdades”.

Na justiça

A coluna soube que nesta semana o empresário Wagner Lucena, que prestou serviços na campanha de Marcio Bittar, ajuizará ação contra o ex-deputado cobrando por serviços prestados.

Dívida de 110 mil

Segundo o jornalista Willamis França, a dívida totaliza R$ 110 mil. A informação foi publicada nas redes sociais, após o filho de Bittar, João Paulo, pré-candidato a vereador pelo PSDB, cobrar do governo, em vídeo, resposta sobre a venda ilegal de casas populares, fato que já está sendo apurado pela polícia a mando do governo.

Share this:

Comentários