1 de junho de 2016

Prefeitura de Cruzeiro do Sul, Teria desviado recursos da Dengue para pagar provisórios atrasados, denunciam servidores



Com salários atrasados, agentes da saúde que trabalham no combate à dengue em Cruzeiro do Sul, procuraram nossa equipe de reportagem para denunciar a falta de pagamento e o descaso por parte da prefeitura. Segundo eles, a prefeitura teria usado o repasse do Governo Federal destinado ao combate à dengue para pagar provisórios atrasados. Com isso, os agentes que atuam no combate a dengue ficaram sem pagamento.
A denuncia foi feita por um agente que preferiu manter o anonimato.
“Trabalhamos a semana inteira no sol quente, de casa em casa, tentando combater a dengue, e quando chega o dia de receber o nosso salário, ficamos nessa situação de atraso”, ressaltou.
Ainda de acordo com a denunciante, o salário está em atraso há mais de um mês e ainda não se tem informações oficiais por parte da prefeitura de quando será o pagamento dos servidores, o que demonstra ainda mais o descaso com os agentes que cuidam do combate a dengue.
dengue“Estamos com contas atrasadas. Famílias que vivem somente desse dinheiro, estão sem nenhum centavo para comer. Eles destaparam um buraco para tapar o outro, aí fica todo mundo calado, porque se reclamar, acabamos pegando as contas”, finalizou.
Além de atrasar os salários, a agente ainda ressaltou que o prefeito Vagner Sales, teria aumentado o salário de alguns servidores municipais, sem ter como pagar esse aumento, por isso o mesmo teria usado o repasse para pagar o aumento desses servidores.
Após aparecer como uma das cidades com os piores índices de dengue no Acre, Cruzeiro do Sul obteve uma significativa redução destes índices. Resultado direto da ação dos agentes de saúde que vão à campo realizar as ações de combate aos criadouros do mosquito.
 A palavra da Secretaria Municipal de Saúde
Segundo o secretário municipal de saúde, Edir Nascimento, o recurso federal de fato entrou na conta da prefeitura nesta terça, 31, contudo, a prefeitura ainda deve aguardar até 48 horas para movimentar o recurso. O secretário garantiu que a prefeitura ainda não movimentou este recurso e que o pagamento dos servidores deve se efetuado até o quinto dia útil do mês.

Por Richard Silva, da redação em Cruzeiro Do Sul.