17 de agosto de 2016

De novo? Moro não intima Cláudia Cruz porque não sabe onde ela mora

Deve está fazendo um esforço danado!

Operação que diz ter desarticulado maior esquema de corrupção da história brasileira não conseguiu intimar esposa de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) por desconhecer seu CEP; pela segunda vez
por Redação publicado 11/08/2016 19:46
REPRODUÇÃO/TWITTER
cruzcunha.jpg
Justiça procura Claudia para prestar depoimentos sobre denúncias de desvios na Petrobras
Jornal GGN – A força-tarefa que diz ter desarticulado o maior esquema de corrupção da história brasileira, instaurado no seio da Petrobras, não consegue intimar a mulher de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) por falta de CEP. Pela segunda vez nos últimos dois meses, o juiz federal Sergio Moro diz que está esperando um endereço correto para pedir que a jornalista Cláudia Cruz se manifeste sobre as denúncias que enfrenta na Lava Jato.
Esta semana, Moro determinou que os advogados de defesa de Cláudia respondam de imediato sobre endereço onde ela possa ser localizada. “Há dificuldades para intimação pessoal da acusada Cláudia Cordeiro Cruz. O endereço disponível nos autos informado pela defesa era o endereço da Presidência da Câmara, não mais ocupada pelo marido da acusada”, diz Moro, segundo informações do portalJota.
A Justiça Federal está há 11 dias tentando localizar Cláudia para dar andamento à ação penal na qual ela é acusada de fazer uso de contas no exterior que eram abastecidas com recursos desviados de esquemas de corrupção na Petrobras.
No início de junho, Moro aceitou denúncia oferecida pelos procuradores da Lava Jato contra a jornalista. Naquele mesmo mês, por duas vezes a Justiça Federal tentou localizar Cláudia em busca de sua defesa pessoal. Mas não conseguia encontrá-la na residência que possui no Rio de Janeiro. Ela costumava, à época, passar a semana com Cunha em Brasília. Ambos deixaram a residência oficial do presidente da Câmara quando Cunha abriu mão do posto.
Procurado, o advogado Pierpaolo Bottini disse que informou à Justiça Federal que “a defesa já se deu por intimada de forma que a comunicação pessoal de Claudia Cruz é dispensável”.
Com informações do Jota