Em PE, Temer diz que só conhece seca pelos livros e elogia sigilo em delações

Pernambuco 247 - De passagem por Pernambuco, Michel Temer afirmou que a presidente do Supremo tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, acertou ao homologar as delações premiadas de 77 executivos e ex-executivos da empreiteira Odebrecht e em manter o sigilo sobre o conteúdo dos depoimentos.

"A ministra já tinha pré-anunciado que muito possivelmente hoje ou amanhã faria a homologação. Fez o que deveria fazer e, nesse sentido, fez corretamente", disse Temer elogiando de forma velada a manutenção do sigilo das delações. Temer esteve em Pernambuco para inaugurar a terceira estação (EBV-3) de bombeamento do Eixo Leste do Projeto de Integração do São Francisco.

Apesar do elogio à decisão da ministra, o peemedebista não fez qualquer menção sobre a indicação do ministro que irá ocupar a vaga de Teori Zavascki, relator da Operação Lava Jato na Corte, que faleceu em um acidente aéreo no ultimo dia 19.

Durante o evento em solo pernambucano, Temer voltou a afirmar que "embora paulista, espera ser considerado um dos melhores presidentes nordestinos que o Brasil já teve". Esta fala foi utilizada por Temer, em dezembro, quando ele também esteve de passagem por Pernambuco.

"Eu digo isso com muita alegria, porque eu sei o quanto essa região foi sofrida ao longo do tempo. Basta ler os romances de autores nordestinos", afirmou.

Embora sem citar nomes dos antecessores, o peemedebista teceu elogios velados aos ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso (PSDB), Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff (ambos do PT), por conta da idealização e inicialização da implementação do projeto de transposição. "Aqui no Brasil, quando você entrega uma obra, esquece quem começou. Quero render homenagens aos governos anteriores que tiveram a ideia, há 15 anos, de fazer a transposição do Rio São Francisco".

Share this:

Comentários

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe Seu Comentário