Reinaldo Azevedo: exigência que Moro faz a Lula é “ilegal”

247 – O blogueiro de Veja Reinaldo Azevedo voltou a fazer críticas à Operação Lava Jato, desta vez especificamente à decisão do juiz Sergio Moro de exigir a presença do ex-presidente Lula em 87 audiências em ação penal sobre suposta propina de R$ 75 milhões paga pela Odebrecht em oito contratos da Petrobras. Lula é acusado de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. 

Para Reinaldo, a decisão de Moro é uma "retaliação", uma vez que ficou irritado com o número de testemunhas que ouvirá no processo. "Todos os especialistas em direito, o que não sou, afirmaram a mesma coisa. Alguns gostam do PT menos do que eu", diz o colunista, sobre o gesto de Moro, que afirma ter sido feito "ao arrepio da lei".

O jornalista também criticou o vídeo em que três procuradores da República, entre eles Deltan Dallagnol, criticam o projeto de abuso de autoridade em tramitação no Senado . "Da mesma sorte, não me peçam que tolere um vídeo inescrupuloso, ilegal e autoritário gravado por três procuradores da República, que se dão o direito de atacar a política e os políticos, de forma genérica, pretextando a existência de uma ameaça a Lava Jato — ameaça que não existe".

Confira seus textos aqui e aqui.

Share this:

Comentários

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe Seu Comentário