27 de setembro de 2017

Cruzeiro do Sul: PDT pode abandonar base do prefeito Ilderlei Cordeiro do PMDB

Em sessão marcada por polêmicas, vereador ameaça deixar a base do prefeito Ilderlei Cordeiro

Ocenir Maciel, Leandro Cândido, Marivaldo, Elenildo da Pesca
Durante sessão ocorrida na noite da última terça feira 26, na escola Manoel Braz de Melo, na Vila Assis Brasil, a 16Km de Cruzeiro do Sul, o vereador Ocenir Maciel (PDT) fez um duro discurso, destinado a base do prefeito Ilderlei Cordeiro. Em tom de desabafo, afirmou não está sendo valorizado, e que mesmo representando uma vila e uma região com mais de 4000 habitantes, tem visto, pessoas sem mandatos e que só representam elas mesma, ter mais prestígio com a gestão, do que vereadores com mandato e que representam o povo.
Ocenir cobrou ações concretas da prefeitura municipal na comunidade, e fez questionamentos as secretarias municipais de Obras, de Saúde, de agricultura, e de trânsito. Ocenir Maciel,  reclamou da falta de apoio aos produtores rurais da BR 307, Macaxeiral, Deracre, Japãozinho e Santa Luzia do Pentecostes. Falou da necessidade, de iluminação pública, medição da qualidade da agua, e rotatória na divisória Belo Jardim para Agrovila. Lembrou ainda que tem diversas proposições feitas aos secretários sem nenhuma resposta. 
O vereador afirmou que existe uma grande demanda por apoio a piscultura, mas que a única PC que esteve na comunidade, ficou pouco tempo e não atendeu às necessidades dos agricultores. Durante o discurso Ocenir chegou a dizer: “Eu, não quero estar do outro lado. Mas sinto que estão me empurrando para o lado de lá”. Se referindo a deixar a oposição, e acompanhar a FPA, caso as coisas continuem como estão.
A sessão, que foi a terceira itinerante da camara municipal de Cruzeiro do Sul, foi ainda marcada por outra polêmica. O vereador Leandro Cândido (PSL), afirmou, que o bairro da Várzea, enfrenta problemas parecidos aos do Assis Brasil, pois mesmo tendo três vereadores, as ruas continuam esburacadas. No que o vereador Marivaldo Figueiredo (PMDB), respondeu em tom de provocação: “não tem porque ninguém pede, além de mim. Eu renuncio ao meu mandato, se os outros dois vereadores da Várzea, mostrarem um requerimento pedindo tapa buracos, para o Bairro. 
Apenas os vereadores Mazinho (PMDB), em viagem ao rio Valparaíso, e o Ronaldo (PDT), com problemas de saúde, não participaram da sessão, que aconteceu na véspera do aniversário da Vila Assis Brasil,  que é comemorado dia 27 de setembro. Mas, que por conta do festival da farinha, esse ano, só será comemorado na segunda semana de outubro de 2017.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe Seu Comentário