11 de outubro de 2017

Projeto em avaliação no Senado beneficia empresas de Eunício Oliveira

Empurrãozinho

A Comissão de Assuntos Sociais do Senado pretende votar nesta quarta (11) o projeto de lei que cria o Estatuto da Segurança Privada.

Pelo texto aprovado pela Câmara no ano passado, estariam vetadas de atuar no ramo as empresas com capital estrangeiro ou de instituições financeiras, como bancos e corretoras.
Esse veto derruba a participação de grandes empresas, como a TBForte.

O relator do projeto na CAS, senador Vicentinho Alves (PR-TO), suprimiu a proibição para as estrangeiras, mas a manteve para os bancos.

Com isso, abre-se caminho para as empresas Confederal e a Corpvs, da família do presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), cresçam sem concorrência.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe Seu Comentário