13 de novembro de 2017

Número de Pessoas Recebendo seguro Defeso no Acre, Assusta a Polícia Federal

Não precisa ser nenhum grande investigador, para saber do esquema montado dentro das colônias de pescadores e tendo alguns funcionários de instituições Federais para fraldar seguro defeso no Brasil.


Esse esquema já vem de longe, somente agora e com as quadrilhas dando na vista a falsificação e o derrame de carteiras, pela troca de votos, aos mais diversos candidatos em vários estados do Brasil, a Policia Federal começou a agir no sentido de coibir o crime de desvio de recursos públicos.


O Esquema continua sendo investigado no Acre 

O derrame de carteiras de pescadores no Acre é notável. Eram 700 cadastrados para receberem os benefícios, esse número saltou inexplicavelmente para 10 mil em muito pouco tempo. A Polícia Federal ainda investiga o “milagre”.

Em Vários Municípios do Acre, não precisa ir na beira do Rio para encontrar um segurado beneficiado pelo esquema das carteiras falsas.

São pessoas que trabalham de vendedores, Pedreiros, Mototaxi, diaristas Etc... Gente que passa de anos sem ao menos ver o Rio recebe o benefício, que na prática,  deveria ser destinado apenas aos verdadeiros pescadores e que por respeitar o período de desova dos peixes, recebem do governo federal esta bolsa de pouco mais de um salário mínimo, para garantir sua subsistência durante este período.


Agora o tema volta a ser notícia, depois que o Ministério da Pesca estranha a grande quantidade de beneficiários do seguro defeso, por população em diversas cidades dos estados brasileiros, a Polícia Federal intensifica as investigações.


Uma grande conquista dos verdadeiros pescadores, que vem servindo como ferramenta de eleição de presidente de Colônia de pescadores e até mesmo de garantia de eleições de Vereadores e deputados estaduais e federais espalhados pelo País. 


Queremos uma investigação para tal denuncia e que o MPF e PF, possam desmontar essa quadrilha, que tem saqueado milhões dos cofres públicos com esse esquema, tão conhecido por todos.

O Ministério da Pesca vem sendo alvo de uma grande investigação pela Polícia Federal, por suspeita de crime contra a União em vários estados do País. Os envolvidos são Presidentes de Colônia de Pescadores, Representantes de Ministério do Trabalho nas cidades e Funcionários do INSS.
Imagens do site: Acrítica

A Polícia Federal precisa chegar aos verdadeiros culpados por esses grave crime de corrupção, que está deixando rombo enorme da previdência Social e beneficiando dezenas de pessoas se beneficiam de propina e até de mandatos eletivos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe Seu Comentário