27 de dezembro de 2017

Com oito aumentos em dois meses, acreanos reclamam do alto preço da gasolina

Segundo o último levantamento de preço registrado pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), o valor médio da gasolina no Brasil chegou a R$ 4,089 – contra R$ 4,053 do último registro.
Esta é a oitava alta semanal consecutiva. No estado do Acre, o preço médio foi marcado em R$ 4,70 segundo a ANP, mas na prática o valor pago pelos acreanos nos postos é de R$4,77. O aumento deste gasto vem deixando a população cada vez mais preocupada: em postos da Capital acreana, o litro do combustível pode chegar a quase R$ 5, e os consumidores acreanos estão sentindo o peso no bolso.
Manoel Rodrigues, de 77 anos, utilizava o transporte frequentemente, mas com o aumento da gasolina, as rotas e as atividades estão sendo reduzidas em sua residência. “Com este valor, não dá pra ficar rodando e utilizar o carro como em outros anos. A regulagem já começa no bolso e no planejamento das rotas, para que o combustível dure por mais tempo”, disse.
Joel Braga, de 25 anos, criticou duramente o atual preço de venda da gasolina: “Um absurdo! Se antes era possível encher o tanque até três vezes por mês, hoje isso é artigo de luxo. Transporte é essencial para mim e minha família, e estamos nos virando como podemos para não sair no prejuízo durante o mês”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe Seu Comentário